Com foco no condutor do amanhã e objetivando chamar a atenção para o alto índice de acidentes no trânsito, o Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE), lançou nesta terça-feira (1º), as ações educativas que marcam o Movimento Maio Amarelo 2018. Na ocasião, foi lançado o CD ‘Cantando a Cidadania no Trânsito’, fruto de parceria entre o Detran-PE e o músico Luciano Magno.

O CD, que contém sete faixas, conta com músicas interpretadas pelos cantores Luciano Magno, André Rio, Cristina Amaral, Geraldinho Lins, Nena Queiroga, que se apresentaram no palco armado no rinque de patinação do Parque da Jaqueira. O disco ainda conta com a participação do rapper Zé Brown. As músicas têm conteúdo temático e ensinam cidadania e comportamento seguro no trânsito para crianças e adolescentes. As musicas também estarão disponíveis para download no site do Detran.

A nutricionista Rafaella Branco, 29, aproveitou a programação para se divertir com a filha, Bianca, de 1 ano. “É um tema muito importante que vou conversar com ela quando crescer”, disse.

A nutricionista Rafaella Branco levou a filha, Bianca. Foto: Anamaria Nascimento/DP.
A nutricionista Rafaella Branco levou a filha, Bianca. Foto: Anamaria Nascimento/DP.

Programação

Nesta sexta-feira (4), acontecerá uma blitz educativa voltada para o uso do cinto de segurança no banco de trás, numa parceria inédita com o aplicativo 99. Os 5 mil motoristas do app receberão um kit contendo capa para o encosto de cabeça com frase alertando a necessidade do uso do cinto de segurança no banco de trás, carta do Detran contendo os perigos pelo não uso do cinto e alertando qual a infração que está sendo cometida, além de fitinhas amarelas para colocar no retrovisor do carro em adesão a Campanha do Maio Amarelo, kit com água para os passageiros, saco de lixo automotivo e outros.

Segundo o presidente do Detran-PE, Charles Ribeiro, até o fim deste mês, a Coordenação de Educação de Trânsito do Órgão promoverá diversas ações para estimular o cidadão a refletir sobre as responsabilidades e os riscos ao transitar por vias urbanas, seja como motorista, pedestre, ciclista e motociclista. Ribeiro ressaltou ainda que, para mobilizar a sociedade, em prol da educação e da conscientização no trânsito, foram firmadas parcerias com empresas públicas e privadas.

“São 130 parceiros em ações educativas, esquetes com a Turma do Fom Fom em escolas e empresas públicas e privadas, blitzes educativas, ações na faixa de pedestre, palestras em empresas privadas, ações nos shoppings em respeito as vagas especiais, ações em terminais integrados de passageiros, ação religiosa em igreja voltada para as mães, ações nos bares a noite, ação voltada para cinto de segurança”, pontuou.

Maio Amarelo

O movimento internacional de conscientização para redução de acidentes de trânsito foi lançado em 2014. Trata-se de uma ação coordenada entre o poder público e a sociedade civil. A intenção é colocar em pauta o tema segurança viária e mobilizar toda a sociedade, envolvendo os mais diversos segmentos: órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil organizada para discutir o tema, engajar-se em ações e propagar o conhecimento, abordando toda a amplitude que a questão do trânsito exige, nas mais diferentes esferas.

Fonte: www.diariodepernambuco.com.br