COMO USAR O DPVAT: 3 DICAS PARA GARANTIR O SEU DIREITO

sabe como usar o DPVAT

COMO USAR O DPVAT: 3 DICAS PARA GARANTIR O SEU DIREITO

Você sabeMuitas pessoas não sabem, mas mesmo quem não possui um veículo automotor terrestre e é vítima de um acidente causado pelo mesmo também tem o direito de ser segurado, assim como dependentes do proprietário. Porém, dificilmente alguém saberá como usar o DPVAT sem ter precisado dele até o momento, e por isso separamos nesse post as 3 principais dicas para garantir o recebimento do benefício.

Vale lembrar, porém, que quem possui o tipo de veículo acima especificado deve manter o pagamento em dia, o que não é difícil de ocorrer, visto que a cobrança é feita anualmente. Posto isso, confira abaixo as dicas e atente-se:

1-TENHA EM MÃOS OS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

Via de regra, somente o RG, o CPF e um comprovante de residência já são suficientes como documentos pessoais. Porém, é necessário provar que houve um acidente e que o mesmo causou danos ou despesas para poder ter direito ao seguro. Portanto, guarde também o boletim comprovando o ocorrido, bem como os comprovantes de despesa com remédios ou hospitais e documentos fornecidos pelo médico atestando que foi preciso faltar ao serviço, se necessário.

Caso sua intenção seja receber o seguro por ser parente ou mesmo herdeiro de uma pessoa que faleceu em um acidente, busque adquirir a certidão de óbito e mantê-la junto à certidão de casamento ou outros documentos que comprovem a proximidade. Por fim, tenha também os documentos referente a conta bancária na qual o valor deverá ser depositado.

2-ENTRE COM O PEDIDO A TEMPO

Um acidente nunca é uma coisa esperada, e justamente por isso acaba fazendo com que muitas pessoas se preocupem em cuidar das vítimas, se esquecendo de que existe prazo para entrar com o pedido do seguro. É importante saber que esse prazo é de exatamente 3 anos, mas, mesmo sendo longo, pode acabar passando despercebido.

Então, tenha em mente que ele começa a correr a partir da data do ocorrido ou a partir da data em que for atestada a invalidez permanente da vítima e reivindique sua indenização, que em muitos casos é liberada em até 30 dias após o pedido.

3-TOME CUIDADO COM GOLPES

Não é difícil encontrar casos de vítimas que, ainda no hospital, foram abordadas por pessoas se oferecendo para dar entrada no seguro. É importante ressaltar que os órgãos de trânsito não enviam representantes para esse fim, se tratando de situações em que verdadeiros golpes podem estar em andamento.

Aproveite que o prazo para dar entrada no DPVAT é relativamente longo e recuse imediatamente, não se deixando levar por qualquer argumento que for apresentado.

Por fim, vale reforçar que esse seguro tem por finalidade auxiliar financeiramente os seguintes grupos:

– Familiares ou herdeiros legais de vítimas terminais de acidentes causados por veículos automotores terrestres, que podem receber até R$ 13.500,00;

– Vítimas de acidentes com veículos automotores terrestres que adquiriram invalidez permanente por causa do mesmo e podem receber até R$ 13.500,00;

– Vítimas de acidentes com veículos automotores terrestres que tiveram despesas médicas por causa do mesmo e podem receber até R$ 2.700,00.

Logo, o seguro não cobre danos ao veículo em si, e também não apresenta suporte para vítimas de acidentes causados por trens, bicicletas ou outros tipos de veículo.

Agora que você já sabe como usar o DPVAT de forma a garantir seu direito, não deixe de entrar em contato conosco para que possamos te auxiliar na abertura do pedido.


personaldespachante

CONTATO

ENDEREÇO
Av. Marques de São Vicente, 446 - 10º Andar
Cj. 1003 - Barra Funda CEP 01139-000 - São Paulo, SP
CONTATO
Tel.: (11) 3531-7979
personal@grupopersonal.net.br
logo grupo personal
logo personal despachante
personal corretora de seguros

Copyright © 2016 Personal Despachante. Todos os direitos reservados.